A influência da Internet nas eleições



Analisando os resultados das eleições, podemos fazer uma observação interessante sobre a influência da Internet nos resultados.
Pela primeira vez tivemos uma eleição pela opinião política e posicionamento ideológico. Podemos gozar do ápice da democracia, desde a conquista do direito ao voto direto.
Aqueles candidatos que outrora eram eleitos por mais investimento em marketing e tempo de televisão, dessa vez foram tidos fora da corrida eleitoral. O PSDB sofreu uma derrota histórica, mesmo sendo o partido com mais tempo de TV, enquanto Bolsonaro, com 6 segundos, alcançou 46% dos votos.
Isso se deve ao fato da popularização da Internet. Os candidatos aproveitaram desse meio de comunicação poderoso pra compensar a falta de tempo de TV. Enquanto Alckimin gozava de seus minutos na TV, Bolsonaro, em uma Live conseguia milhares de espectadores brincando.
Como a Internet está cada vez mais acessível, a população teve mais liberdade de escolher os candidatos que mais se adequaram às suas opiniões. Antes da Internet era impossível descobrir um candidato e pesquisar sobre ele a não ser pelos próprios santinhos que se encontravam pelo chão. Vendo os resultados a gente percebe nomes que estão entrando na política que investiram quase nada e ganharam pelo ativismo nas redes sociais. Outro reflexo é o fato de que candidatos outrora com record de votações em eleições passadas, hoje estao fora da corrida. Você vê nomes famosos da política sendo tirados do congresso e senado. Isso é lindo! É a prova de que o povo está cansado da velha política e demonstra o desejo de uma renovação. Pela primeira vez temos uma verdadeira direita em peso nas eleições. Há anos o PSDB serviu como a "esquerda menos pior" pois não existia, de fato, uma direita.
Mas a luta não acabou e precisamos continuar a lutar pela mudança de verdade. Dia 28 temos o segundo turno onde o Brasil, mais uma vez, vai demonstrar sua indignação e reprovação à velha política.

Comentários

Mais acessados da semana: