Minha Vida Entre 2 Minutos

01/11/2013 17:18

Dois minutos... Esse era o tempo que tinha pra viver, caso contrário poderia sair do ventre da minha mãe morto... Ou talvez nós dois.
Quase inconsciente, minha mãe lutava para se manter acordada, pois tinha pressão baixa e se baixasse mais, poderíamos morrer.

A tapas se manteve acordada, quando de repente ela ouviu uma voz chamá-la pelo nome (a qual não era dos que estavam realizando o parto), daí em diante ela não dormiu mais. O médico que estava à beira da janela com um olhar preocupado e ansioso olhou para minha mãe e resolveu aferir sua pressão, ele virou para seus ajudantes e disse: Vocês tem 2 minutos para tirar essa criança daí, pois a pressão dela está cada vez mais baixa e a situação é grave. E em menos de um minuto, numa corrida contra o tempo, finalmente saí do ventre de minha mãe. A enfermeira me colocou rosto a rosto com minha mãe e ela delicadamente se virou e me beijou. O beijo mais puro apesar de estar todo sujo de sangue... aquele choro pra ela era a vitória (que na verdade era Vitor rs).

Uma gravidez de risco, dois minutos e um parto grave não puderam impedir a promessa de Deus se cumprir em minha vida. Assim Sou Eu... Imperfeito, pecador, servo e escolhido para pregar o evangelho e realizar sua obra. Aquele que deu sua vida por mim, mais uma vez me concedeu a vida. Uma vida entre 2 Minutos

Comentários

Mais acessados da semana: