O Fim do Celular

15/11/2013 15:16
O celular sofreu várias evoluções, desde o século XX a comunicação móvel já era utilizada. Pelo incrível que pareça, o celular foi desenvolvido inicialmente por uma atriz Hollywoodiana, a Hedwig Kiesler. O primeiro celular de verdade mesmo foi fabricado pela empresa Ericsson (Todos direitos da marca Ericsson reservados) em 1956. Em 1989 existiam 4 milhões de assinantes do serviço móvel em todo o mundo.
Eles pagavam 20 mil dólares para possuir um sistema de telefonia, ou seja, era somente para os que tinham boas condições financeiras.
Ao passar dos anos o celular se modificou muito e se tornou mais prático e barato. Hoje pagamos 20R$ e temos internet, chamada e torpedos ilimitados (é claro que o serviço não é perfeito), ou seja, toda tecnologia se resumiu em celular.

O mundo se globalizou de uma maneira extraordinária, segundo as pessoas maiores de 45 anos, antigamente era muito difícil falar com outras pessoas por telefone, hoje não, podemos falar com pessoas do mundo inteiro com a maior facilidade.
Podemos trocar mensagens, baixar músicas, e até estudar pelo celula.

Enfim essa tecnologia trouxe bastante facilidade e benefício, mas infelizmente muitas pessoas não usam para os fins designados aos celulares, mas para o próprio fim das pessoas.

Muitas pessoas acham que isso é uma coisa que não se deve dar tanta atenção, afinal, "é apenas um celular e não oferece risco algum". O celular por si só é um objeto bom. Sim, na verdade nós é quem usamos da maneira errada, por exemplo: se eu estou numa sala de aula e se alguém está usando, isso pode atrapalhar tanto a mim quanto a própia pessoa que estiver mexendo no aparelho. Num hospital, onde o silêncio é necessário, ao telefone tocar vai encomodar muito.

Enfim, mexer no celular em local público não é necessariamente o motivo pelo qual nos destrói. Hoje em dia quase todos temos internet no celular, e o diabo aproveita isso pra nos atacar, seja em pornografia, relacionamentos em redes sociais, traição, doutrinas e ensinamentos falsos, etc. mas é claro que ele não faz isso se não houver oportunidade, se você der qualquer brecha que seja, ele aproveita. Devemos estabelecer controle sobre nós mesmos, se o diabo sabe que você é viciado em celular, ele vai usar justamente isso pra te destruir. Já vi muitos casos em que alguns indivíduos fazem o uso do celular dentro da igreja, e não foi uma só vez.

Se sabe que vai mexer no celular na hora do culto, então porque vai à igreja? isso é um descaso tanto para com Deus quanto ao irmão que está ao lado! Fico impressionado como as pessoas trocam a presença de Deus por celular! A pessoa que usa muito o celular durante a reunião na igreja geralmente vai somente nos domingos (façam a prova) então veja: a semana tem 168 horas enquanto o culto só tem 2! Ou seja, o indivíduo tem 166 horas pra fazer o que quiser da vida mas nessas justas e poucas 2 horas ele escolhe se distrair com outras coisas ao invés de adorar a Deus.

Isso é o que destrói o crente, mau uso do celular, trocar Deus por coisas fúteis, mas isso não significa que esse aparelho deve ser desprezado ou "é do diabo", ao contrário, pode ser edificante para sua fé e através dele você pode evangelizar o mundo se você quiser! Na internet você pode ler mensagens pra sua edificação como essa que você está lendo agora :) além disso, pode enviar mensagens contendo a Palavra do nosso Deus para não crentes... Mesmo que sejam pequenas palavras, a Bíblia afirma que ela não voltará vazia. Então, deixe o Senhor te usar meu irmão! pregue! Seja de onde o Senhor quiser e quando Ele quiser!

Tá vendo? O fim do celular deve ser pra edificação, que o fim do seu celular não leve ao seu fim espiritual. Use o celular para o seu bem.

E aí? Você acha que o celular pode estragar a vida cristã? Deixe sua opinião! Ela é importante para nós!

Comentários

Mais acessados da semana: