A igreja é perseguida

No dia de Pentecostes, Jesus nos mandou o Espírito Santo, nosso Consolador. A casa estava cheia e houve grande festa espiritual, pois havia começado o cumprimento da promessa de Deus. Os homens não entendiam o mistério, liam a Bíblia mas não entendiam que a profecia de Joel estava começando a se cumprir.
Zombavam de nós, nos chamamos de bêbados e loucos... realmente não precisamos de fermento pra curar nossas mágoas. A perseguição por amor ao Evangelho, por amor ao Espírito foi suportada por irmãos que não negaram a Jesus nem nos seus últimos momentos de suas vidas. Verdadeiros heróis dos quais Deus era seu maior orgulho e honra.
Homens que tinham certeza de que Jesus estaria lhes aguardando caso algo desse errado. A igreja primitiva foi humilhada, pisada e maltratada, mas isso não desanimou aqueles quem Jesus também não desacreditou.

Mas até  hoje continuam a nos chamarem de loucos e bêbados, mas isso já estava descrito pela Bíblia: que a verdadeira igreja de Deus seria perseguida. O que nos consola é que nós, os loucos por Jesus, é que temos o Espírito Santo e disso não abrimos mão.

Comentários

Mais acessados da semana: